quarta-feira, 19 de junho de 2013

Barroco Século XVII e no início do Século XVIII

    Barroco é o nome do estilo que dominou a moda, as artes decorativas e as belas-artes ao longo do século XVII e no início do século XVIII.
 
   Caracterizado por ornamentação extravagante, desenho curvilíneo, esplendor e rigidez, é associado ao reinado de Luís XVI na França. Depois de sua morte, em 1715, a pompa e formalidade deram lugar ao período mais leve e caprichoso do Rococó.
 
  O termo "barroco" foi cunhado no século XIX por historiadores de arte, com sentido pejorativo, de depreação do que consideravam um estilo grotesco e vulgar. Ao longo do tempo, a visão negativa se diluiu. Hoje, o Barroco é geralmente visto como um período de ornamentação suntuosa, formas curvilineas, tecidos pesados e ostentação em tons sombrios.
   
    A silhueta básica feminina não se alterou radicalmente, mas os detalhes decorativos perderam leveza e simplicidade para se tornar mais ricos e formais. Isso refletia o temperamento e a idade avançada de Rei Sol, Luís XIV, cujo reinado (1661-1715) dominou o período.
   
     Ao final do século XVII, em ocasiões formais, as mulheres vestiam a mantua. Por volta de 1680, a       Mantua era popular na forma de uma sobreveste simples em forma de "T", de influencia do Oriente Médio, com corpete sem barbatanas ajustável ao corpo. essa composição evoluiu para um vestido de três partes, compatível com a formalidade da corte. O sobrevestido(a mantua em si) compunha-se de uma peça única dos ombros ao chão, com a saia presa nas laterais para revelar uma combinação com calda mais longa, de cor própria ou contrastante (o que hoje chamaríamos propríamente de saia). Uma frente triangular rígida garantia mais definição ao corpete. Os detalhes decorativos eram abundantes. E, espelhando a moda masculina das perucas, a fontange enfeite de cabeça composto por uma torre de laços e fitas engomados, fazia sucesso.
 
     No vestuário informal. o vestido-saco tornou-se popular por volta de 1705 a 1715. Também conhecido como vestido Watteau em referência às reprensentacões  desse modelo nas pinturas de Jean-Antoine Watteau, caracterizava-se por drapeados de tecido caindo dos ombros pregueados até a bainha.
 
     A vestimenta masculina experimentou uma transformação relativamente maior ao longo do período. A ostentação de laços. fitas e panos cascateados do início e meio do Barroco foi suplantada por um estilo mais rígido e estofado, dando a impressão de que os homens eram uma extensão da mobília em que se sentavam, Somando-se a esse efeito, as perucas ganharam proporções extravagantes e, por vezes, incomodas A principal inovação do período foi a adoção, baseada no vestuário tradicional persa, de casaco, colete e calções.O vestuário masculino, pela primeira vez, tomava uma forma que seria reconhecida como o conjunto de três peças- o terno moderno.



Nenhum comentário: